Serviços - Edição de livros - Versejando a vida Imprimir conte˙do Imprimir
Versejando a vidaEste é o primeiro livro exclusivo do autor. Para falar sobre esta iniciativa, nada melhor que o dito na contracapa do livro pelo autor:
"Sempre versejei em cima da realidade; sobre coisas que vi, li ou que se passaram comigo. Nunca pensei em chegar onde estou: escrevendo um livro “solo” com meus modestos versos.
Tenho participado de várias antologias, em Porto Alegre e Canoas, a convite de seus organizadores e sempre ouvindo a mesma pergunta: “Quando sai o teu livro?”
Portanto, eis aqui o meu livro, graças ao estímulo e a colaboração de familiares e amigos. Sem eles, este livro não existiria; eu seguiria apenas versejando em público como sempre fiz. Nele deixo registrado versos clássicos, xucros e históricos."
“Plantei a árvore, fiz o filho, só faltava o livro... já não falta mais”.
Especificações da publicação:
Formato: Brochura - 148mm x 210mm
Páginas: 164
Ano da edição: 2016
ISBN: 9788564690301
Arte e editoração: TecnoArte
Capa: Arte sobre imagem licenciada pela Depositphotos© Konstantin Kirillov
Revisão: Sândhya Siqueira Marques
Impressão: Tecnicópias Gráfica e Editora
Contatos com o autor: (51) 3466.8036 / 9955.1009 / Facebook: moacyr.ayressiqueira / Blog: moacyrpoeta.blogspot.com.br
E-mail:
Veja as fotos do lançamento e sessão de autógrafos

Sobre o Autor:
Moacyr Ayres da SiqueiraNasceu em Porto Alegre, RS, em 20.02.1933, e reside em Canoas, RS. Possui trabalhos publicados em jornais de Canoas, Porto Alegre e interior do RGS. Recebeu Menção Honrosa em Poesia, no concurso e exposição "Nona Imagem de Quintana". Obteve a segunda colocação no concurso de poesia descrevendo "50 anos do CSSGAPA". Poeta Acadêmico na Academia de Artes, Ciências e Letras Castro Alves de Porto Alegre na cadeira 34 cujo Patrono é Jayme Caetano Braun. Participou como colaborador do livro Cinquentenário da Igreja Imaculada do bairro Rio Branco, Canoas, contando em versos a história da Igreja. No livro "Dona Mocinha, a História de Uma Mulher Comum", versificou a história da protagonista , cujo busto foi inaugurado na Praça Dona Mocinha, no Bairro Niterói, em Canoas. Participa da Academia Gaúcha dos Poetas de Cordel, sediada em Porto Alegre. Participou de Coletâneas, Poesia, Conto e Crônica da Casa do Poeta de Canoas, entidade da qual é Sócio Fundador; de coletâneas da Academia Gaúcha dos Poetas de Cordel, do Clube Literário Jardim Ipiranga, Porto Alegre da Casa do Poeta Rio-grandense - Capori 41 anos. Em parceria com Canabarro Tróis Filho, editou o livro Flagelo Faz 40 Anos, o qual ilustrou e nele descreveu em versos a última grande enchente que aconteceu no Bairro Rio Branco em Canoas.
Imprimir conte˙do Imprimir este conteúdo